68º Congresso Brasileiro de Coloproctologia

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

ANALISE DA PREVALENCIA DE ENFERMIDADES COLORRETAIS EM MUTIRAO DE COLONOSCOPIAS ORGANIZADA POR SOCIEDADE MEDICA

Objetivo(s)

Avaliar a prevalência de enfermidades colorretais em exames de colonoscopias realizados em mutirão para a prevenção de câncer intestinal organizada por entidade médica.

Método

Foram selecionados aleatoriamente para um dia de mutirão, 42 pacientes preferencialmente acima dos 50 anos.
Submeteram-se ao exame de colonoscopia no serviço de endoscopia de hospital universitário, executados por diferentes especialistas.
Todos receberam orientações para realizarem preparo intestinal previamente conforme protocolo institucional.
Os achados dos exames foram divididos em exames normais, doenças benignas e enfermidades malignas. Avaliou-se ainda, a qualidade do preparo e da execução do exame.

Resultados

A idade variou de 37 a 81 anos, com uma média de 61 anos, sendo 24 (57,1%) do sexo masculino e 18 (42,9%) do feminino.
A análise dos resultados demonstrou que dos 42 pacientes examinados apenas 6 (14,3%) apresentaram laudo colonoscópico normal. Nos 36 (85,7%) restantes foram detectadas alterações patológicas.
No grupo de doenças benignas, 28 (66,7%) apresentaram pólipos, 12 (28,6%) doenças diverticulares e 3 (7,1%) achados sugestivos de doenças inflamatórias intestinais. No de enfermidades malignas, 5 (11,9%) apresentaram lesões sugestivas de neoplasias, confirmadas oportunamente pelas respectivas biópsias.
Todos os 42 exames foram considerados com preparo satisfatório e com avaliação completa atingindo o íleo terminal. Houve uma única ocorrência (2,4%) de suspeita de perfuração intestinal durante procedimento endoscópico cirúrgico sendo tratado de maneira conservadora com boa evolução. Não houveram outras complicações durante a execução dos demais exames ou necessidade de internações.

Conclusão(ões)

Conclui-se que apesar de voltado para a prevenção do câncer colorretal, o mutirão possibilitou o diagnóstico de várias enfermidades com alta prevalência. Este tipo de abordagem serve principalmente para a sensibilização da comunidade médica bem como para a conscientização da população sobre a importância do exame.
Deve-se ainda frisar que a colonoscopia é complementação do exame proctológico, e deve respeitar sempre uma boa indicação, execução adequada e interpretação precisa visando a melhor qualidade da assistência médica.

Área

Métodos complementares diagnóstico e terapêutica

Autores

Carolina Natali Martins, Tamires Robles, Eduardo Vidilli Alves Pereira, Pedro Ishida, Lix Alfredo dos Reis Oliveira, Alice D'attoma, Silvio Augusto Ciquini