68º Congresso Brasileiro de Coloproctologia

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

TRATAMENTO AMBULATORIAL DE DOENÇA DIVERTICULAR DOS CÓLONS.

Objetivo(s)

Este trabalho visa demostrar o resultado do tratamento de 44 pacientes portadores de Diverticulose, de Doença Diverticular dos Cólons (DDC) e Diverticulite, atendidos em ambulatório do HMSI.

Descrição do caso

MÉTODO: Foi realizado estudo retrospectivo em 44 prontuários de pacientes portadores de DDC. O levantamento levou em consideração a idade, sexo, cor, os principais sintomas, os exames e tratamentos realizados. Quanto a cor, 23(52,3%) pacientes eram brancos, 18(40,9%) pardos e 2(4,8%) negros. Referente ao sexo, 18(40,9%) eram masculinos e 26(59,1%) femininos. Entre 48 a 69 anos foram encontrados 33(75.0%) pacientes e acima de 70 anos 11(25,0%) pessoas. Nesta amostragem, 18 pacientes sem sintomas no abdome, que foram submetidos a colonoscopia devido a hematoqesia ou para rastreamento do câncer colorretal, tiveram como achado divertículos colônicos (Diverticulose). Apresentando sintomas abdominal foram encontrados 26 casos, sendo 12 com Doença Diverticular e 14 com diverticulite. Quanto a distribuição dos divertículos nos cólons, 19(43.2%) tinham Doença Diverticular Hipertônica, 12(17,3%) apresentavam Doença Diverticular Hipotônica e 13(29,5%) com Doença Diverticular Mista. Todos os pacientes foram submetidos a Colonoscopia. Os pacientes tiveram como principais queixas; dor abdominal 23 pacientes, constipação 16 pacientes, hematoquesia 17 pacientes, 1 paciente com hemorragia digestiva baixa, e 3 com alteração do ritmo intestinal.

Discussão e Conclusão(ões)

Os pacientes portadores de Doença Diverticular, além do esclarecimento citados, foram orientados para o uso de antifisióticos, antiespasmódicos e quando necessário procurar um serviço médico. Os pacientes que tiveram Diverticulite, foram submetidos a realização de exames laboratoriais, 11 precisaram Tomografia Computadorizada, 2 fizeram Ultrassom do abdome total em 3 precisaram de colonoscopia virtual. Com base nestes exames, 8 foram tratados clinicamente em ambulatório, 6 precisaram de internação, destes 3 tiveram tratamento clinicamente, 2 precisaram de cirurgia programada e 1 foi tratado com cirurgia de urgência. CONCLUSÃO: Nesta casuística, 18(40,9%) dos pacientes tinham Diverticulose e foram esclarecidos sobre o achado e orientados para a mudança de hábitos como fator de maior importância visando evitar a evolução da enfermidade. Os 12(17.3%) pacientes com Doença Diverticular, além dos esclarecimentos acima referido foi recomendado o uso de antifisióticos e antiespasmódicos quando necessário e realizar avaliação periódica visando prevenir complicações. Os 14(31,8%) pacientes portadores de Diverticulite, 8 foram tratados clinicamente em ambulatório com sucesso, 3 precisaram de ser tratados internados e 2 foi submetido cirurgia programada, devido a intratabilidade clínica. Um deles, com o diagnóstico de abdome agudo foi submetido a cirurgia de urgência, retossigmoidectomia mais colostomia à Hartmann.

Área

Doenças Inflamatórias Intestinais

Autores

Aberto Luiz Marinho, Shirlane Frutuoso Malheiros, Leticia Aires Benjamin, Jessica Montenegro Pontes, Artur Henrique Sudário oliveira, Marcelo Igor Leite Granjeiro , Wesley Pereira Da silva