68º Congresso Brasileiro de Coloproctologia

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

DISPLASIA E CANCER COLORRETAL EM PACIENTES COM DOENÇA DE CROHN TRATADOS EM UM HOSPITAL UNIVERSITARIO DE SALVADOR/BA

Objetivo(s)

O objetivo desse estudo é identificar a prevalência de lesões neoplásicas colorretais em pacientes com DC atendidos em um hospital universitário de Salvador/Bahia.

Método

Estudo descritivo retrospectivo no qual foram analisados pacientes portadores de DC após coleta de dados em prontuários, realizada no período de maio/2019 a julho/2019.

Resultados

Foram analisados 111 pacientes. A média de idade foi de 43,36 anos. A média de duração da doença até a realização da colonoscopia foi de 7,37 anos. Foram detectados quatro pacientes (3,6%) com pólipos adenomatosos, sendo que destes, três tinham displasia de baixo grau e um apresentava displasia de alto grau. Não houve adenocarcinoma na amostra.

Conclusão(ões)

A DC parece estar associada a maior risco de CCR, assim como a RCUI, apesar de evidências menos sólidas na literatura. Em nossa amostra, a prevalência de displasia foi baixa. Isto pode estar relacionado ao período de tempo entre o diagnóstico da doença e os exames endoscópicos ser considerado curto para o desenvolvimento de CCR. Assim como os portadores de RCUI, os pacientes com DC também devem ser submetidos a protocolos de vigilância de displasia a fim de detecção precoce, visando prevenção do CCR, além de melhor prognóstico e sobrevida no caso da doença.

Área

Doenças Inflamatórias Intestinais

Autores

Aline de Oliveira Trajano, Natalie Fernanda Baqueiro Sena, Lina Maria Góes de Codes, Alexandre Lopes de Carvalho, Flávia de Castro Ribeiro Fidelis, Vitor Lúcio de Oliveira Alves